Capacete salvou vida de agente da PRF agredido por bolsonaristas em SC

Tropa de choque se posiciona para desobstruir bloqueio realizado por apoiadores de Jair Bolsonaro na rodovia Castelo Branco (SP), em 1º de novembro de 2022 (Foto: CAIO GUATELLI/AFP via Getty Images)
Tropa de choque se posiciona para desobstruir bloqueio realizado por apoiadores de Jair Bolsonaro na rodovia Castelo Branco (SP), em 1º de novembro de 2022 (Foto: CAIO GUATELLI/AFP via Getty Images)

Agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) foram alvos de ataques de manifestantes bolsonaristas na tarde de segunda-feira (7) em Rio de Sul, Santa Catarina. Um dos agentes, que foi agredido com barras de ferro, foi salvo pelo capacete, informou o portal UOL.

Ao menos dois policiais foram atacados na BR-470, em frente a uma loja da Havan. Eles foram medicados e liberados. A rodovia também foi liberada, mas os agentes continuam no local para impedir novos bloqueios.

"Não fosse o capacete, o PRF poderia ter sofrido sérios ferimentos no crânio", disse uma fonte que atua na corporação.

Bolsonaristas atacaram os agentes quando eles tentavam identificar os envolvidos em um ato após a liberação de bloqueio na BR-470. Um suspeito de envolvimento na ação foi preso.

Policiais rodoviários federais também foram agredidos em Novo Progresso, no Pará: eles foram recebidos a tiros por manifestantes. Ao menos um agente ficou ferido, e uma criança passou mal e foi socorrida.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), que foi derrotado na sua tentativa de reeleição, têm bloqueado rodovias e fazendo protestos golpistas em todo o país desde o último dia 30, quando o petista Luiz Inácio Lula da Silva venceu o segundo turno das eleições presidenciais e foi eleito presidente do Brasil pela terceira vez.