Capitão Kirk, de 'Jornada nas Estrelas', viaja ao espaço no foguete de Bezos. Acompanhe o voo

·3 minuto de leitura
new-shepard.png

RIO e VAN HORN, TEXAS (EUA) - Aos 90 anos, o ator William Shatner que interpretou o papel do capitão James Kirk na série "Jornada nas Estrelas", está prestes a se tornar a pessoa mais velha a viajar ao espaço. Ele e outros três tripulantes farão um voo suborbital pela Blue Origin, a empresa de turismo espacial do bilionário Jeff Bezos.

O lançamento está previsto para ocorrer às 11h, no horário de Brasília. O voo partirá de uma plataforma no oeste do Texas. Shatner subirá cerca de 101,39 km antes que a cápsula de passageiros se separe do foguete da empresa, o New Shepard.

Também vão participar o cofundador do Planet Labs, Chris Boshuizen; o cofundador da Medidata, Glen de Vries e Audrey Powers, vice-presidente de missões e operações de voo da Blue Origin. A missão se chama NS-18.

Acompanhe o voo:

O voo, previamente agendado para terça-feira, foi adiado um dia por conta das condições meteorológicas desfavoráveis.

Os quatro membros da tripulação passaram pelo treinamento na terça-feira e a equipe da missão completou uma avaliação de prontidão de vôo para garantir que "todos os sistemas estão prontos para o lançamento", disse a Blue Origin no Twitter. Antes do lançamento, os astronautas devem entrar na cápsula da tripulação e serem amarrados em seus assentos.

Detalhes do voo

Um voo médio com o New Shepard dura um total de 11 minutos do início ao fim, com aproximadamente quatro minutos de ausência de gravidade no espaço.

A Blue Origin disse que os astronautas viajarão acima da fronteira internacionalmente reconhecida do espaço conhecida como Linha Karman, cerca de 100 km acima da Terra. A cápsula da tripulação deve retornar ao deserto do Texas sob paraquedas.

O primeiro voo do foguete New Shepard decolou no dia 20 de julho e teve duração de 10 minutos e 20 segundos. Shatner será a pessoa mais velha a voar para o espaço, superando a pioneira Wally Funk, de 82, que participou do primeiro lançamento da Blue Origin, em julho.

A participação de Shatner no voo ajudou a gerar publicidade para a Blue Origin que busca atrair clientes dispostos a pagar grandes quantias para experimentar o voo espacial.

O voo da empresa Bezos alimenta a corrida espacial dos bilionários. Sua companhia compete com as empresas rivais SpaceX e Virgin Galactic, dos bilionários Elon Musk e Richard Branson.

O audiovisual no espaço

A viagem de Shatner é mais um passo de aproximação entre a indústria do audiovisual e o espaço.

Shatner, que fez 90 anos em março, atua desde 1950 no entretenimento. Ele é conhecido, principalmente, pelo seu personagem Capitão James T. Kirk da nave estelar Enterprise, na série de TV dos anos 1960 "Star Trek" e seus sete filmes subsequentes sobre aventuras fictícias no espaço sideral.

Durante os créditos de abertura de cada episódio da série, Kirk chamava o espaço de "a fronteira final" e prometia "explorar novos mundos estranhos, buscar novas vidas e novas civilizações, ir corajosamente aonde nenhum homem jamais esteve".

O ator disse que há certa ironia e simetria em sua viagem espacial, tendo interpretado por décadas um explorador espacial e agora estar realmente se tornando um.

"Ter desempenhado o papel de Capitão Kirk ... me dá o conhecimento que um astronauta futurista teria, mas sempre fui consumido pela curiosidade", disse Shatner em um vídeo do Blue Origin.

Quem já decolou foi a produção do diretor russo Klim Shipenko. A agência espacial russa Roscosmos, em parceria com a emissora pública Channel One, grava cenas para o filme com título provisório de “O Desafio” a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS).

O voo decolou no dia 5 de outubro e conta com uma equipe russa de três cosmonautas e dois profissionais de cinema, o diretor e a atriz Yulia Peresild.

O ator Tom Cruise chegou a conversar com os tripulantes da SpaceX. E, segundo o site NME, a empresa deve leva-lo à Estação Internacional para a gravação de um longa, resultado de uma parceria com a Nasa.

O filme, que é dirigido por Doug Liman, teria um orçamento estipulado de US$ 200 milhões. No entanto, ainda não há confirmação de uma possível voo com a participação de Cruise.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos