Capital da Somália tem 'noite histórica' com primeira exibição de filme em 30 anos

·2 minuto de leitura

Os habitantes de Mogadíscio, a capital da Somália, assistiram nesta quarta-feira (22) à primeira projeção de cinema em 30 anos, um evento cultural cercado por rígidas medidas de segurança.

O local da exibição, o Teatro Nacional da Somália, doado pelo líder chinês Mao Zedong em 1967, testemunhou décadas tumultuadas neste país do Chifre da África. Foi alvo de ataques suicidas e serviu de base para senhores da guerra.

"Será uma noite histórica para os somalis", disse seu diretor, Abdikadir Abdi Yusuf, horas antes.

A programação de estreia: dois curtas do diretor somali IBrahim CM, "Hoos" e "Date from Hell". A entrada custou cerca de 8,50 euros (10 dólares), um preço alto para muitos habitantes de Mogadíscio.

A capital já teve muitos cinemas, mas eles fecharam quando a guerra civil estourou em 1991.

Caído em desuso, o Teatro Nacional foi reaberto em 2012, mas foi destruído duas semanas depois pela Al Shabab, uma milícia islâmica ligada à Al Qaeda que comete ataques na cidade.

Restaurado, sua reabertura traz lembranças de momentos felizes.

“Nos velhos tempos, eu ia ao Teatro Nacional para ver concertos, peças de teatro, shows pop, danças folclóricas e filmes. Entristece-me ver Mogadíscio sem a vida noturna que existia antes”, disse Osman Yusuf Osman, um cinéfilo.

"Mas é um bom começo (...) Não vou perder este acontecimento histórico esta noite", declarou à AFP antes da exibição.

Outros estavam menos entusiasmados e se preocupavam com a segurança, como Hakimo Mohamed, mãe de seis filhos, que frequentava o local quando criança.

“As pessoas saíam à noite e ficavam até tarde se quisessem, mas agora não acho muito seguro”, comentou.

O Al Shabab foi expulso de Mogadíscio há dez anos, mas continua controlando as áreas rurais.

Segundo fontes contatadas pela AFP, a noite transcorreu sem nenhum incidente de segurança.

str/amu/txw/md/sba/erl/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos