Capital paulista entra em estado de atenção para alagamentos

FÁBIO MUNHOZ
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A forte chuva que atingiu a capital nesta quarta-feira (18) deixou a capital paulista em estado de atenção para alagamentos desde as 16h10. As informações são do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), ligado à Prefeitura de São Paulo, gestão Bruno Covas (PSDB). Por volta de 17h10, a cidade tinha quatro pontos de alagamento, todos transitáveis. Na região da Vila Guilherme (zona norte), havia alagamento na rua José Bernardo Pinto, na direção do bairro. Na região central, o motorista precisou de atenção redobrada em ambos os sentidos da avenida do Estado, altura da rua Paula Sousa. Nas zonas sul e oeste, havia pontos de alagamento no viaduto Engenheiro Antonio Moliterno (na avenida Santo Amaro, sobre a avenida Jornalista Roberto Marinho), no Campo Belo, e na rua Comendador José de Matos, no Jaraguá. Segundo o Corpo de Bombeiros, até as 16h30 foram registrados 18 chamados relacionados a queda de árvores, nos bairros Moema e Saúde (zona sul) e Cachoeirinha. Na Saúde, também foi registrado um acionamento relacionado a desabamento. PRÓXIMOS DIAS De acordo com o CGE, a quinta-feira (19) também será chuvosa. Ao longo do dia, a temperatura deverá ser mais baixa do que o habitual para esta época do ano, com chuva desde a madrugada até as primeiras horas da manhã. Há potencial de alagamentos. O órgão alerta para os riscos de deslizamentos em encostas, devido ao solo encharcado. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) informa que a temperatura mínima prevista para quinta-feira é de 14 graus, enquanto a máxima é de 18. A umidade mínima é de 90%. A sexta-feira (20) será um pouco mais quente, com a máxima chegando a 20 graus. A previsão é de tempo encoberto com chuva isolada. O sábado (21) terá condição parecida, com ventos fracos a moderados. A possibilidade de chuva isolada se estende até o domingo (22), segundo o Inmet.