Capital paulista volta a registrar madrugada gelada

·2 minuto de leitura
PARELHEIROS, SP, 01/07/2021: CLIMA-FRIO-SP - - Frio em Parelheiros, São Paulo. Segundo meteorologistas, a temperatura devera bater em 0 ºC nesta madrugada. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
PARELHEIROS, SP, 01/07/2021: CLIMA-FRIO-SP - - Frio em Parelheiros, São Paulo. Segundo meteorologistas, a temperatura devera bater em 0 ºC nesta madrugada. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os termômetros oscilaram em torno dos 6,8°C na madrugada desta quinta-feira (1º) na capital paulista. O frio não deu trégua e o dia começou gelado com variação de nuvens e formação de geadas em alguns pontos da Grande São Paulo.

Ao longo do dia, o sol apareceu entre nuvens e ajudou a diminuir um pouco a sensação de frio. Porém, a temperatura a máxima ficou na casa dos 18°C. Com o tempo mais seco a umidade do ar deve ficar abaixo dos 30%, de acordo com o InMeT (Instituto Nacional de Mereologia).

No final da tarde a nebulosidade aumenta um pouco com a chegada da brisa marítima, entretanto não há condições de chuva.

Nesta quinta-feira fez menos frio na capital do que os 6,3°C registrados na quarta-feira (30), segundo o InMeT. Nas estações meteorológicas do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da Prefeitura de São Paulo, as mínimas registradas foram 2,4°C na região de Parelheiros e 3,8°C em São Mateus.

Este frio todo tem origem na forte massa de ar polar e que torna madrugada e amanhecer de frio intenso na capital paulista. A nebulosidade que veio do oceano, infiltração de ar úmido marítimo de sudeste, também ajudam a explicar as baixas temperaturas, segundo o InMet.

Acordar entre 4h30 e 5h da manhã para quem mora em Parelheiros, que é uma das regiões mais frias da capital, se torna uma tarefa ainda mais difícil. É o caso do copeiro Danilo Ramos dos Santos, 34 anos. Ele mora no bairro há 10 anos e tem de levantar neste horário ir ao trabalho, próximo ao aeroporto de Congonhas, zona sul da capital. Ele contou que nos últimos dois dias está mais difícil sair da cama por conta do frio que está fazendo em Parelheiros.

"Ontem [quarta-feira] estava mais frio que hoje, o ar e o vento pareciam mais gelados e me fez sair de casa com toca, luva e blusa com toca", disse. "Sou de Mogi das Cruzes, que também é fria, e ainda não acostumei com frio que faz aqui em Parelheiros", ressaltou. "Parece que a cada dia fica mais frio", completou.

E para enfrentar o frio, Santos, que é casado e tem duas filhas, disse que a receita é "ficar em casa e colocar dois cobertores, um em cima do sofá e outro para se cobrir".

De acordo com o InMet, a partir desta sexta-feira (2) o frio diminui um pouco de intensidade, mas ainda haverá geadas isoladas no estado, especialmente na Mantiqueira, Alto do Ribeira e Alto do Paranapanema. Na capital paulista, a temperatura máxima entra em elevação gradativa, promovendo baixa umidade relativa do ar, menor que 30 %, especialmente à tarde a máxima e deve chegar aos 23°C. Já a previsão indica mínima ao redor de 8°C na madrugada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos