Cardeal alemão renuncia por 'catástrofe do abuso sexual'

Um dos cardeais mais influentes da Alemanha pediu ao papa na sexta-feira que o libere de seus deveres e reconheceu o 'fracasso' da Igreja Católica no que chamou de 'catástrofe do abuso sexual'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos