Carflix, startup de venda de carros usados, recebe R$ 15 milhões

Carflix faz a mediação entre a compra e venda de carros usados. (Foto: Xinhua/ via Getty Images)

A startup brasileira Carflix, que realiza a intermediação na compra e venda de carros usados, recebeu um aporte no valor de R$ 15 milhões para acelerar o crescimento de suas operações. As informações são de reportagem da Exame. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News 

A rodada de investimentos, em que a empresa busca por parceiros interessados em colocar dinheiro, começou no final do ano passado, liderada pelo banco BV. Antes, a empresa já tinha conseguido R$ 2 milhões em uma rodada de “investimento semente”, o tipo mais inicial de investimentos destinados a auxiliar a startup em seus primeiros estágios. 

Leia também

Fábio Pinto, fundador e presidente da Carflix, contou em entrevista à Exame que pretende utilizar o dinheiro para “fortalecer o modelo de negócio” e a “infraestrutura tecnológica”, além de “expandir para outras regiões do país”. Segundo a reportagem, Campinas, Curitiba e Brasília estão na mira da Carflix. “O negócio de carros usados pede que você esteja em mais de um lugar, é difícil vender um veículo usado de Salvador a São Paulo”, disse Pinto. 

A Carflix funciona como uma intermediária na negociação entre quem está vendendo e comprando carros usados. No site, você pode colocar seu anúncio de veículo, ou navegar pelas ofertas. Segundo a página da empresa, “a Carflix busca seu carro em casa, mostra para o comprador e cuida de toda negociação de forma segura”.

Segundo a Exame, a startup, criada em 2018, cresceu 530% em faturamento em 2019, vendendo 500 carros no segundo semestre. Apesar de a crise econômica ter freado esse crescimento em 2020, os investidores estão de olho em como fazer o modelo de negócios da empresa lucrar ainda mais.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.