Carla Zambelli processa Luisa Mell depois de ser chamada de 'inimiga dos animais'

*ARQUIVO* SÃO PAULO-SP, BRASIL, 15-03-2022 - JANTAR LUISA MELL - A ativista dos animais, Luisa Mell, organiza nesta noite (15/03) em sua própria residência um jantar para falar sobre preservação da vida Marinha. Ativista Luisa Mell (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO-SP, BRASIL, 15-03-2022 - JANTAR LUISA MELL - A ativista dos animais, Luisa Mell, organiza nesta noite (15/03) em sua própria residência um jantar para falar sobre preservação da vida Marinha. Ativista Luisa Mell (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ativista Luisa Mell está sendo processada pela deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) por publicações nas redes sociais em que acusa a parlamentar de atuar contra a causa animal.

Os posts de Luisa são do ano passado e se referem ao trabalho de Zambelli à frente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, que ela presidiu de março de 2021 até o início deste ano.

A deputada pede indenização de R$ 20 mil por danos morais, além da exclusão das publicações com "conteúdo difamatório e calunioso" e uma retratação pública da ativista.

Luisa Mell diz que a ação é uma tentativa de "intimidação e censura".

São listados no processo sete posts feitos por Luisa Mell, entre julho e dezembro de 2021. Na maior parte deles, a ativista acusa Zambelli de agir para adiar ou atrapalhar a tramitação do projeto de lei que classifica os animais como sujeitos de direitos, e não mais como coisas.

Outra publicação citada é de dezembro de 2021, em que Luísa afirma que Zambelli "é inimiga dos animais" por se apressar em "pautar a liberação da caça esportiva".

Na ação, a parlamentar argumenta que, com as publicações, a ativista criou "uma narrativa tendenciosa" e incitou ataques de ódio contra ela nas redes sociais. "A ré [Luisa Mell] criou uma realidade paralela na qual a autora [a deputada] é a responsável por todos os crimes ambientais e de maus tratos contra os animais que acontecem no país", afirma o texto.

Luisa Mell diz considerar o processo uma tentativa de "intimidação e censura" em período próximo às eleições. A ativista afirma também que irá se defender do processo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos