Carlos Bolsonaro acusa a 'esquerda' de agredir youtuber bolsonarista Karol Eller

Karol Eller fez uma postagem confirmando as agressões e pedindo apoio a seus seguidores. (Foto: Reprodução)

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou que as agressões cometidas contra a youtuber bolsonarista Karol Eller foram cometidas por pessoas “de esquerda” e motivadas pelo apoio dela ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o colunista Leo Dias, do Jornal de Brasília, a agressão ocorreu no último domingo (15) em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, no Rio. Segundo o jornalista, Eller estava acompanhada pela namorada quando foi agredida com socos e pontapés. Ainda de acordo com o jornalista, ela chegou a desmaiar diante da brutalidade do ataque.

Leia também

Após a denúncia vir à tona, Carlos compartilhou em sua conta no Instagram um story do seguidor “Jair Na Presidência” no qual acusa os agressores de serem de “esquerda” e homofóbicos. “Ainda sem acreditar nesse ódio que à (sic) esquerda tem com quem é de direita. @KarolEller foi agredida covardemente por ser gay e apoiadora do nosso presidente Bolsonaro. MALDITOS”, constava no post compartilhado por Carlos.

Carlos compartilhou um story no qual acusa integrantes da esquerda de agredirem a youtuber. (Foto: Reprodução/Instagram)

No Instagram, Karol Eller se pronunciou sobre o caso e pediu orações para sua recuperação. “Gostaria que vocês lembrassem de mim com esse rosto! Deus está no comando de tudo! Agora estou sem condições de falar ou fazer vídeos explicando”, escreveu a influencer.

Karol afirmou ainda que usará as redes sociais para avisar aos seus seguidores quando estiver bem: “Quando eu estiver bem, volto para falar com vocês! Obrigada a todos pelo suporte. Orem por mim.”