Carnaval 2023: sambas-enredo do álbum oficial do Grupo Especial chegam às plataformas de streaming a partir deste sábado

Os amantes do samba, em especial dos sambas-enredo, poderão ouvir a partir deste sábado a gravação oficial dos hinos que vão embalar ps desfiles das escolas do Grupo Especial do Rio, quando as obras chegam às plataformas de streaming. As composições serão disponibilizadas no Spotify, Deezer e outros serviços de música, semanalmente, em grupo de quatro e em conjunto com a exibição do programa "Seleção do Samba", da TV Globo, que estreia no mesmo dia.

Caso Flordelis: Perito de defesa que atuou em julgamento de Jairinho e Matsunaga aponta supostos erros em laudos da morte de pastor

Ex-governador: Justiça do Rio revoga duas prisões preventivas contra Cabral, que seguirá preso por decisão do STF

As primeiras escolas a terem seus sambas disponíveis serão Paraíso do Tuiuti, Vila Isabel, Salgueiro e Portela. Como aconteceu no ano passado também haverá a versão física do CD, para colecionadores, que será colocada à venda a partir de dezembro.

Os usuários das plataformas de música poderão realizar o "pré-save" do álbum já a partir da manhã desta sexta-feira. No sábado, dia 19, estarão disponíveis nas plataformas de streamings os sambas do Império Serrano, Viradouro, Imperatriz e Mangueira. Já a partir do dia 26, poderão ser ouvidos os sambas da Unidos da Tijuca, Mocidade, Grande Rio e Beija-Flor.

Região serrana: Estudante é encontrada morta em banheiro de apartamento

A produção doálbum ficou a cargo do nstrumentista Alceu Maia. Na Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa), a coordenação da produção ficou sob responsabilidade de Hélio Motta, vice-presidente da entidade. As gravações aconteceram no estúdio da Companhia dos Técnicos, em Copacabana, na Zona Sul, ao longo do mês de outubro, logo após a final das escolhas nas quadras.

— Fizemos um disco de estúdio, mais limpo, para apresentar os sambas a quem não conhece ainda. É o nosso cartão de visitas diante de ouvintes no mundo inteiro, sem deixar de focar também no público que mais consome o espetáculo, apaixonado pela festa e que a acompanha o ano todo — afirmou Motta.

A produção do álbum também garantiu destaque para grandes estrelas e imagens icônicas do espetáculo, eternizadas na capa e na contracapa do CD. É o caso do ator e modelo Demerson D'Alvaro, da Grande Rio, que interpretou o orixá Exu na comissão de frente da escola campeã do Carnaval passado.

Demerson aparece na foto da capa, ladeado pelas cores de todas as agremiações — nova forma de representá-la nesse espaço, geralmente dedicado exclusivamente à vitoriosa da temporada anterior. Selminha Sorriso, porta-bandeira da atual vice-campeã Beija-Flor, estampa o verso do álbum.

Seleção do samba mostra na TV como foi escolha dos sambas

A nova edição do “Seleção do Samba”, da TV Globo, também começa nesse sábado. Comandada por Milton Cunha, a atração iniciada no ano passado, quando a pandemia tornou inviável a escolha dos sambas nas quadras, com público, agora, vai revelar ao público que não pode comparecer às disputas nas agremiações os sambas vencedores de cada escola.

Para a Liesa, a produção a cargo da Endemol, é uma oportunidade de antecipar em três meses a veiculação de conteúdos sobre o espetáculo na TV aberta. Serão três edições ao todo: a estreia neste sábado e, depois, as dos dias 19 e 26, com exibições sempre após o “Altas Horas”.

A cada programa, quatro escolas de samba vão aparecer mostrando como foi a escolha dos hinos que vão embalar suas passagens pela Sapucaí em fevereiro 2023. No primeiro, será a vez da Paraíso do Tuiuti, Vila Isabel, Salgueiro e Portela. No segundo, será a vez de Império Serrano, Viradouro, Imperatriz e Mangueira. Por último, ganharão espaço Unidos da Tijuca, Mocidade, Grande Rio e Beija-Flor.

Os conteúdos foram gravados nas quadras das escolas ao longo do mês de outubro, quando foram realizadas as finais de samba num calendário unificado. Abertos ao público, os eventos reuniram milhares de foliões e dezenas de estrelas

O Departamento de Marketing da Liesa, liderado pelo empresário Gabriel David, participou da elaboração do formato e atuou para facilitar as gravações junto às escolas. Além de mostrar como os seus sambas foram escolhidos, as agremiações vão exibir detalhes de seus enredos e figuras marcantes de suas comunidades. Em dezembro, o mesmo acontecerá com a elite do Carnaval de São Paulo.