Carnaval na estrada: aumento de 37% no número de mortes em SP

SÃO PAULO. O Carnaval deixou nas estradas paulistas um rastro de 37 mortes em 965 acidentes. É um aumento de 37% em relação ao número de mortes no mesmo período no ano passado, quando foram registrados 27 óbitos. A Operação Carnaval 2014, da Polícia Militar Rodoviária, começou na sexta-feira, dia 28, e se encerra nesta quarta-feira. De acordo com o balanço divulgado pela PM, houve ainda um crescimento de 11,7% no número de acidentes. No Carnaval passado, foram 864 ocorrências nos 22 mil quilômetros de rodovias sob administração do Estado. Também houve um aumento de 23,6% no número de vítimas tanto leves quanto graves, saltando de 445 em 2013 para 550 neste ano.

O número de mortes registradas este ano no Carnaval também representa um aumento de 5,7% se comparado à média dos últimos seis anos (35 mortes/ano) , informou a Polícia Militar. Ainda de acordo com a PM, o que fez crescer esse índice foram os atropelamentos de pedestres e os acidentes envolvendo motocicletas, perfazendo 67,5% do número de vítimas fatais. Quinze pedestres e dez motociclistas morreram nos últimos seis dias nas estradas estaduais. Todos os atropelamentos ocorreram durante a noite.

Em todo o estado, foram feitas 17 mil autuações por infrações de trânsito, sendo 895 contra condutores embriagados. Além dessas infrações, os radares captaram imagens de 23,8 mil veículos trafegando acima da velocidade permitida. Já a Polícia Rodoviária Federal só divulgará na quinta-feira o balanço dos acidentes nas estradas federais, entre elas Dutra, Régis Bittencourt e Fernão Dias.

No Distrito Federal, a Polícia Rodoviária Federal divulgou um balanço preliminar, contabilizando 55 acidentes, o que representa um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. Três pessoas morreram, duas na BR-020 e uma na BR-060, e 44 ficaram feridas. Três motoristas foram presos por dirigir embriagados e oito foram notificados. Eles vão pagar multas de aproximadamente R$ 2 mil. A PRF fez 455 testes do bafômetro.

O inspetor Daniel Bonfim, chefe da Comunicação Social do 1º Distrito, disse que os fatores principais que contribuíram para o aumento do número de acidentes no feriado de carnaval foram a imprudência dos motoristas e a chuva. Segundo o inspetor, o aumento também está relacionado ao estado dos pneus.

- A gente não percebeu nenhum que não foi ocasionado pela falha humana ou pela imprudência, ou negligência, ou imperícia dos condutores. A gente realmente percebe que quando chove durante os feriados, aumenta o número de acidentes, principalmente porque os condutores não diminuem a velocidade-disse.

Em 2013, foram registrados 49 acidentes, com duas mortes. A Polícia Rodoviária Federal estima que 200 mil veículos tenham deixado do DF e o entorno durante a Operação Carnaval.

Imprudência

Em Corbélia, no oeste do Paraná, quatro pessoas morreram após uma ultrapassagem proibida, na chuva. Entre os mortos, está uma grávida de sete meses. Os bombeiros tentaram fazer uma cesárea na pista, mas o bebê não resistiu.

Ainda no Paraná, um caminhão invadiu a pista contrária e bateu em dois carros. Seis pessoas morreram, incluindo uma criança de cinco anos. A cadeirinha dela não estava presa corretamente.

No Distrito Federal, dez pessoas estavam em um carro só, com pneus carecas, voltando de uma festa. O veículo capotou e bateu em uma árvore, matando um homem de 45 anos. Um bebê de nove semanas teve traumatismo craniano.

Carregando...

Siga o Yahoo