Carreta de rede de supermercados de RO é incendiada em atos antidemocráticos

Pelo menos seis veículos de propriedade do Supermercado Irmãos Gonçalves foram vandalizados durante bloqueio ilegal feito por um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), contrários ao resultado das eleições de outubro, que elegeram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Os atos de vandalismo foram registrados em Ariquemes (RO), na noite do sábado (19). As informações são do portal G1.

Atos antidemocráticos: 11 rodovias federais bloqueadas estão em Mato Grosso, diz PRF

Hostilizado: Rodrigo Maia é alvo de bolsonaristas na Bahia e recebe solidariedade do PT

Ariquemes fica a cerca de 200 km de Porto Velho. Em última atualização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas rodovias federais de Rondônia existem pelo menos 12 pontos de bloqueios, sendo 10 deles na BR 364.

De acordo com o boletim de ocorrência, os caminhões da empresa estavam em fila, parados, no km 512 da BR-364. Um deles foi incendiado e os outros estavam com pneus furados e mangueiras de combustíveis cortadas. A empresa informou que uma camionete foi tombada na rodovia.

Duas pessoas foram presas durante a ação, por suspeita de furtar a carga dos caminhões. Não há informação de prisões dos suspeitos de vandalismo contra os veículos.

Ataques

Em áudios que circulam nas redes sociais, os motoristas narram as ações criminosas. Segundo eles, os manifestantes ordenaram que os pertences fossem retirados de dentro dos veículos e em seguida, iniciaram os vandalismos.

Um dos motoristas pede socorro para que alguém da empresa vá até o local para resgatá-los: "Quem puder vir por nós, traz um carro pra tirar nós daqui. Eu vou falar a verdade: estou começando a ficar com medo", consta no áudio.

O portal G1 entrou em contato com o Supermercado Irmãos Gonçalves que afirmou já estar trabalhando para retirar os funcionários dos pontos de bloqueios.

A empresa também disse que os danos ainda estão sendo levantados, mas até o momento é possível confirmar que um caminhão pegou fogo e outras quatro carretas tiveram os pneus furados, lanternas quebradas e lataria danificada.

O Corpo de Bombeiros informou ao G1 que compareceu ao local por volta de 21h30 para apagar o incêndio em um dos caminhões, mas precisou retornar outras duas vezes porque as chamas reiniciaram, possivelmente porque alguém colocou fogo novamente.

A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia (Sesdec-RO) informou que as investigações estão em andamento para apurar o incêndio provocado no caminhão do supermercado, mas não deu detalhes sobre a identificação de possíveis suspeitos.

'Tropa de choque'

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que foi necessário acionar a tropa de choque para conseguir liberar o trecho bloqueado por um grupo contrário ao resultado da eleição presidencial na BR-364, em Ariquemes (RO), na manhã de sábado.

O grupo fechou novamente a BR e iniciou os ataques a caminhoneiros contrários ao bloqueio. Pessoas saquearam e atearam fogo em uma carreta e furaram os pneus de quatro veículos. Os golpistas fecharam a rodovia pedindo intervenção militar.