Carro é arrastado por chuva e criança morre afogada após ficar presa no veículo em RO

·2 min de leitura
Criança morreu após acidente (Reprodução)
Criança morreu após acidente (Reprodução)

Uma criança morreu após não conseguir sair do carro em que estava ao ser arrastado pelas correntezas da forte chuva que caiu em Porto Velho (RO) na noite da última terça-feira (19). O caso aconteceu no bairro Monte Sinai, na rua Amsterdã, Zona Sul da capital rondoniense.

Segundo a Polícia Militar (PM), a corporação foi acionada para ir ao local, e informou que os próprios moradores da região tentaram fazer a retirada da vítima de dentro do carro.

As equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros estiveram no local e realizaram os procedimentos para tentar reanimar a vítima, mas ela não resistiu e morreu.

"O condutor tentou passar naquele local, que tem um córrego, mas o volume de água levou o veículo. A informação dos moradores é de que três pessoas saíram do veículo, mas que a criança não conseguiu sair. A correnteza levou o veículo. Os moradores conseguiram localizar e retiraram ele de dentro o carro", informou a polícia.

Um morador da região, disse que viu o momento em que a família da vítima chegou no local do acidente.

"Estava acabando o meu expediente no trabalho e vi a viatura. Acompanhei toda a cena, foi muito triste ver o sofrimento da família. Na hora do que o pai chegou, o desespero deles. Nossa, foi muito triste".

A Prefeitura de Porto Velho, em nota, lamentou a morte da criança e pontuou que segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a capital enfrenta o "pior volume de águas dos últimos 50 anos".

"A prefeitura de Porto Velho lamenta profundamente o acidente ocorrido na região do bairro Monte Sinai, durante a forte chuva que caiu sobre a cidade na noite desta terça-feira, dia 19 de abril, com o registro de morte de uma criança.

Porto Velho, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), enfrenta o pior volume de águas dos últimos 50 anos. Em fevereiro foi registrado a maior quantidade de chuvas para o mês nos últimos 33 anos. Em março, o total foi de 383,8 mm, o que equivale a 40% acima do normal,” disse o documento.

Ainda segundo a nota, o bairro onde aconteceu o acidente, havia recebido limpeza no mês de março.

“O bairro Monte Sinai recebeu equipes de drenagem e limpeza do canal no mês de março. E mesmo assim ficou parcialmente alagado”.

E encerrou a nota se compadecendo da morte da criança.

Ao se compadecer com a família nesta perda irreparável, a prefeitura comunica também que oferece todo o apoio necessário neste momento tão triste,” finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos