Carro elétrico bate recorde mundial de aceleração; vídeo

O mundo conheceu nessa semana um novo recorde mundial de aceleração de um carro. O modelo Pininfarina, da fabricante alemã Battista, chegou à velocidade de 100 km/h com apenas 1,84 segundo. Os números superaram os apresentados pelo Tesla Roadster, que detinha o antigo recorde, alcançando a velocidade em 1,9 segundo.

Compra do Twitter: Musk vendeu quase US$ 4 bi em ações da Tesla para financiou parte da aquisição

Negócios: Mercedes cobrará US$ 1,2 mil ao ano para aumentar ainda mais a potência de seus carros elétricos

O veículo, movido a energia elétrica, ainda atingiu outras marcas expressivas, como chegar a 200 km/h em 4,75 segundos e necessitar de apenas 31 metros para ir de 100 km/h até parar completamente o automóvel.

“Uma visão única de luxo sustentável combinada com desempenho excepcional, o Battista totalmente elétrico de 1.900 cv está agora em plena produção em nosso Atelier no norte da Itália”, diz o anúncio da montadora.

A marca do Pininfarina foi obtida durante treinos realizados nos Emirados Árabes Unidos, no Autódromo de Dubai. O recorde também quebra um estigma contra carros elétricos, que já foram taxados de “menos potentes”. O modelo tem 2.340 Nm de torque e velocidade máxima limitada eletronicamente a 350 km/h.

Carro ou drone? China faz primeiro teste com X3 voador; veja imagens

Segundo o portal UrbanTecno, especializado em carros de alta velocidade, uma das principais vantagens do carro elétrico é o “fornecimento da máxima gama de rotações a partir do momento em que o pedal do acelerador é pressionado”, o que justifica o modelo da Battista ter alcançado a marca.

“Acabamos de presenciar uma das consequências dessa qualidade diferencial. O supercarro elétrico Pininfarina Battista acaba de se tornar o carro mais rápido do mundo. Na verdade, ele estabeleceu vários recordes de desempenho graças ao seu incrível nível de aceleração”, diz a publicação.