Carro elétrico mais potente do mundo deve ser lançado em 2025

·1 min de leitura
Segundo a empresa automotiva Deus Automobiles, apenas 99 carros elétricos serão produzidos. Foto: Divulgação/Deus Automobiles
Segundo a empresa automotiva Deus Automobiles, apenas 99 carros elétricos serão produzidos. Foto: Divulgação/Deus Automobiles
  • A empresa automotiva Deus Automobile anunciou o projeto Vayanne, um modelo de carro elétrico que promete ser o mais potente do mundo;

  • O motor elétrico de 2.200cv e 203,94 kgf/m de torque é capaz de fazer o veículo ir de 0 a 100 km/h em menos de 2 segundos;

  • De acordo com a Deus Automobiles, apenas 99 carros serão produzidos, com lançamento estimado para 2025.

A fabricante de carros austríaca Deus Automobile se uniu à Italdesign, empresa italiana que fabrica carrocerias, e à Williams Advanced Engineering, companhia britânica de serviços de tecnologia e engenharia, para lançar o projeto Vayanne, um modelo de automóvel elétrico que planeja ser o mais potente do mundo.

Ainda em desenvolvimento, o veículo já tem algumas informações técnicas disponíveis, como o motor elétrico de 2.200cv e 203,94 kgf/m de torque, capaz de fazê-lo passar de 0 a 100 km/h em menos de 1,99 segundos, e podendo atingir até 400 km/h.

Leia também:

Além do motor elétrico, o design da Italdesign também contribui no desempenho da máquina. O carro tem 12 cm de vão livre do solo e um desenho que permite menor coeficiente aerodinâmico.

Enquanto isso, a Williams Advanced Engineering é responsável pelo aparato tecnológico e de engenharia que garante a segurança dos ocupantes e o máximo desempenho possível do veículo.

Informações referentes à autonomia de bateria, à quantidade de motores do powertrain e ao preço ainda não foram divulgadas.

De acordo com a Deus Automobiles, apenas 99 carros serão produzidos, com lançamento estimado para 2025.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos