Carro ou drone? China faz primeiro teste com X3 voador; veja imagens

O carro elétrico Xiaopeng Huitian X3 realizou o seu primeiro voo, não tripulado, com um peso de decolagem de cerca de 2 toneladas e com rotores que, abertos, possuem 3,5 m de diâmetro. Projetado tanto para o voo aéreo quanto para a condução na estrada, o modelo com design e estrutura similar a de um drone fez pequenos deslocamentos de altitude, e teste foi considerado um sucesso pela equipe técnica.

Nas imagens, divulgadas pela empresa, é possível perceber que o carro voador ficou estável no ar, principalmente, nos deslocamentos. Segundo a XPENG AEROHT, uma afiliada da XPENG ainda falta para a homologação do X3. No entanto, os próximos testes vão incluir condições adversas, como vento forte e falha no motor e outras simulações de pousos e decolagens. Para decolar, o sistema é equipado com motores elétricos duplos. Além disso, o carro voador tem hastes com hélices retráteis.

"Muitas pessoas não acreditam que carros voadores podem ser feitos. Para convencê-los, só há uma maneira de fazê-lo: vê-lo com seus próprios olhos", disse em comunicado da Xpeng Motors, a fabricante chinesa de carros elétricos.

Até o momento, não há dados sobre velocidade, altitude e autonomia. Ainda de acordo com o fabricante, no modo de condução, é comparável a qualquer carro convencional em termos de funcionalidade e medição.

No modo de voo, o carro voador é pilotado usando o volante e a alavanca de câmbio do lado direito como controles para avançar e retroceder, fazer curvas, subir, pairar e descer. Sujeito às leis e regulamentos para o espaço aéreo de baixa altitude, ele pode decolar e pousar verticalmente e voar sobre congestionamentos de tráfego, obstáculos e rios. Neste quesito, é esperado algo suficiente para deslocamentos curtos, já que as baterias dos carros voadores precisam de uma capacidade superior para conseguir alimentar os motores no ar.