Carro roubado é devolvido com pedido de desculpas no Espírito Santo

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Um carro foi roubado e devolvido pelos próprios assaltantes na cidade de Cariacica, no Espírito Santo, na última terça (30). A cadeira de rodas de uma criança com deficiência que estava no carro motivou a devolução, de acordo com um bilhete deixado no veículo.

A dona de casa Rosyneide Almeida estava guardando o carro na garagem de sua casa, por volta das 21h do último domingo (28), quando foi abordada por um homem armado. Ela tentou argumentar que estava com os filhos no carro, mas só teve tempo de retirar as crianças antes que o veículo fosse levado.

Dentro do carro, também estava a cadeira de rodas usada para locomoção de seu filho Kauã, 4, que tem uma deficiência motora, devido a uma encefalite que teve quando tinha pouco mais de um ano.

"A gente vive com tanta luta, para conseguir manter um padrão de vida razoável para os nossos filhos. Sem o carro eu não conseguiria dar conta da minha rotina, porque eu levo ele em terapias todos os dias pela manhã, eu tenho que voltar para casa, fazer almoço, dar almoço para eles, levar para a escola, depois buscar na escola, então é tudo muito corrido", diz ela.

Segundo Rosyneide, uma cadeira como a que seu filho usa custa cerca de R$ 16 mil. Ela diz que foi comprada com a ajuda de doações e que parte ainda está sendo paga.

A família divulgou o roubo do carro nas redes sociais para tentar reaver o veículo. Na manhã da última terça, Rosyneide recebeu uma mensagem de uma amiga, informando que o carro tinha sido visto em um bairro próximo.

Acompanhada de um vizinho, a dona de casa foi ao local e identificou o carro. "A gente não quis se aproximar, porque é uma área deserta, então ligamos para a polícia, que encontrou com a gente lá e foram verificar se tinha algo ilícito. Eles encontraram um bilhete dentro do carro, pedindo perdão", diz ela.

"O crime pede perdão, na hora da tensão não deu para ver o problema da criança, e o carro está sendo devolvido", dizia o bilhete deixado no carro da família.

Segundo ela, alguns pertences foram levados, mas o carro foi encontrado nas mesmas condições de antes. A cadeira de seu filho também não foi danificada. Apesar de o bilhete dizer que o tanque estava cheio, ele foi encontrado com menos combustível que antes.

"O que era principal para mim era o veículo e a cadeirinha, que eu jamais poderia comprar outra. Eles me devolveram, então está tudo certo", diz Rosyneide.

Com a repercussão do caso, muitas pessoas passaram a seguir a página criada por ela nas redes sociais para mostrar um pouco da rotina de Kauã e, eventualmente, conseguir ajuda para os tratamentos que o menino necessita.

Segundo ela, nesse curto período, muitas pessoas a procuraram, dispostas a ajudar seu filho.

De acordo com a Polícia Civil, o carro foi recolhido para o pátio credenciado da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos e recuperado pela família. Ninguém foi preso.