Carta com pó suspeito enviada para o príncipe Harry e Meghan Markle é investigada

AP Photo/Matt Dunham

O príncipe Harry e sua noiva, Meghan Markle, receberam uma carta que continha um pó branco suspeito. A correspondência foi enviada no dia 12 de fevereiro e apreendida no St James Palace sem chegar às mãos do casal.

De acordo com o jornal britânico “Evening Standard”, o material foi interceptado pelas autoridades. A Scotland Yard investiga se a substância seria tóxica, mas, segundo o jornal, uma análise indicou que a substância não é prejudicial.

Além da substância, a carta continha uma suposta mensagem de cunho racista, segundo o jornal. Meghan será a primeira pessoa de origem negra a entrar para a família real britânica. No ano passado, ela escreveu um relato sobre publicado pela revista “Allure”.

O casal foi informado pela equipe de segurança sobre o incidente. Em comunicado ao jornal “The Guardian”, a Scotland Yard confirmou que a polícia está investigando o caso.

O susto aumentou as preocupações com a segurança de Harry e Meghan, que estão com o casamento marcado para 19 de maio.