Carta de Einstein com famosa equação é leiloada por mais de R$ 6 milhões

·1 minuto de leitura
equação de Einstein: E = mc²
Na famosa equação, E = energia, m = massa e c= velocidade da luz (foto de arquivo)

Uma carta escrita por Albert Einstein contendo sua equação E = mc² foi vendida em um leilão nos Estados Unidos por mais de US$ 1,2 milhão (ou R$ 6,4 milhões), valor três vezes mais do que o esperado.

Especialistas dizem que existem apenas três outros exemplos conhecidos da equação na própria caligrafia do físico.

A carta leiloado é o único exemplar da equação em uma coleção privada e só se tornou público recentemente, segundo a casa de leilões RR Auction, de Boston, nos Estados Unidos, que vendeu a carta.

Essa equação foi publicada pela primeira vez em um artigo científico de Einstein em 1905 e estabelece a equivalência entre matéria e energia. A equação (energia é igual à massa vezes a velocidade da luz ao quadrado) é um conceito fundamental na física moderna.

Albert Einstein
Einstein publicou a equação pela primeira vez em um artigo científico em 1905

"É uma carta importante do ponto de vista holográfico e físico", disse a RR Auction em um comunicado, chamando-a de "a equação mais conhecida já estabelecida".

A carta de uma página em alemão é datada de 26 de outubro de 1946 e dirigida ao físico polonês-americano Ludwik Silberstein, que contestou algumas das teorias de Einstein.

https://www.facebook.com/rrauction/photos/10160900839184951

A carta fazia parte dos arquivos pessoais de Silberstein, que foram vendidos por seus descendentes, segundo a agência de notícias Associated Press, que relatou que o comprador foi identificado apenas como um colecionador de documentos anônimo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos