Carta entregue na COP26 a líderes mundiais tem propostas de três brasileiros

·1 min de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 19.10.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebe o presidente da Colômbia, Iván Duque, no Palácio do Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 19.10.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebe o presidente da Colômbia, Iván Duque, no Palácio do Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma costureira, uma cozinheira e um trabalhador autônomo brasileiros estão entre os signatários de uma carta entregue aos principais líderes mundiais que participam da COP26 (Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas), que acontece nesta semana em Glasgow, com sugestões para combater a crise ambiental. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não participou da reunião de líderes internacionais no evento.

Eles foram sorteados para participar da Assembleia Cidadã Global da ONU (Organização das Nações Unidas), que selecionou cem cidadãos de 50 países para pensarem em soluções para ajudar a combater a crise climática.

Os três brasileiros escolhidos foram a costureira Izildete Maria de Sousa Botelho, 67, de Uberlândia (MG), a cozinheira Joseane Souza, 60, do Recife (PE), e Wanderson Alves Pires, 25, autônomo, morador da ocupação Estrela Dalva em Goiânia (GO).

O sorteio dos participantes da assembleia é baseado na coleta de dados da Nasa, a agência espacial americana. A maioria dos membros da Assembleia Cidadã Global ganha menos de US$ 10 (R$ 56 na cotação atual da moeda) por dia, sendo metade deles mulheres. Uma proporção significativa dos integrantes é analfabeta.

Todos os participantes receberam auxílio de especialistas, que, entre outras coisas, forneceram materiais para ajudar a entender as questões climáticas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos