Carta de teor racista contendo pó branco é enviada ao príncipe Harry e à noiva

Ao revelar  seu relacionamento, em 2016, Harry publicou um duro comunicado contra a 'onda de insultos e assédio' à namorada

Uma carta contendo pó branco parecida com aquelas enviadas com antrax, e com uma suposta mensagem racista, foi enviada ao príncipe Harry, da Inglaterra, e sua futura mulher, Meghan Markle, revelou nesta quinta-feira o jornal Evening Standard.

O jornal britânico explicou que agentes antiterroristas da Polícia Metropolitana foram notificados em 12 de fevereiro, pouco depois de receberem a carta, pelo palácio de Saint James.

A análise do pó revelou que o mesmo era inofensivo.

Procurado pela AFP, o serviço de imprensa do príncipe não quis comentar o caso.

"A polícia está investigando a entrega no palácio de Saint James, em 12 de fevereiro, de um pacote contendo uma substância", afirmou a polícia em um comunicado.

"A substância foi analisada e foi confirmado que não era suspeita. E os agentes também investigam a comunicação maliciosa em relação ao mesmo pacote", afirma o texto.

O Evening Standard afirma que a polícia está investigando se esta carta tem algo a ver com a recebida pelo Parlamento em 13 de fevereiro e que também continha pó branco.

O príncipe, o quinto na linha de sucessão ao trono, e a atriz americana vão se casar no Castelo de Windsor em 19 de maio.

Ao revelar seu relacionamento, em 2016, Harry publicou um duro comunicado contra "a onda de insultos e assédio" à namorada.