Típica moradia nômade do Cazaquistão é instalada nos Montes de Toledo

Toledo (Espanha), 15 abr (EFE).- Uma yurt, típica moradia nômade de Ásia Central, pode ser vista a partir deste sábado nos Montes de Toledo, na região central da Espanha, graças a uma doação que a Fundação do presidente do Cazaquistão fez ao museu da Fundação Carmen Arnau Muro.

Com 6,5 metros de diâmetro e quase 4 de altura, a yurt é decorada em seu interior com tapetes, móveis e adornos ou armaduras que mostram um pouco da cultura cazaque.

Esta cabana típica foi montada na cidade toledana de Las Ventas con Peña Aguilera, onde a antropóloga Carmen Arnau tem sua fundação e um dos dois museus para o estudo e a divulgação da cultura dos povos da Sibéria e da Ásia Central.

Arnau, que ao longo de sua vida realizou 20 expedições àquela região, classificou a yurt como "espetacular" e disse à Agência Efe o quanto representou conseguir esta cabana da Fundação do presidente cazaque.

"É uma grande alegria, não sei como explicar, é como um milagre. Durante dois anos escrevi cartas pedindo uma yurt, e ao final ela está aqui", contou.

Las Venas con Peña Aguilera recebeu hoje o XI Encontro Intercultural, e durante o evento foram inauguradas a yurt e outra moradia típica, procedente da Mongólia.

Arnau Muro agradeceu pelo presente do Cazaquistão e ressaltou a importância de que a yurt fique nos Montes de Toledo para mostrar a cultura e a forma de vida dos povos da Ásia Central. EFE