Cartas de Proust revelam como escritor "despachou" hóspede incômodo para o Brasil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O escritor Marcel Proust (1871-1922) continua a fascinar a França mesmo cem anos depois de sua morte. Um livro lançado nesta quinta-feira (9) traz cartas reveladoras sobre um incômodo hóspede suíço, Henri Rochat, que Proust conseguiu fazer com que fosse transferido para o Brasil a trabalho.

"Cartas para Horace Finaly" (Lettres à Horace Finaly, em francês), lançado pelas edições Gallimard, é uma coletânea de 20 cartas inéditas do autor de "Em Busca do Tempo Perdido" para o amigo Finaly, que trabalhava no setor financeiro.

Já sobre Rochat se sabe pouca coisa, que nasceu em data indeterminada na Suíça, e que era garçom no hotel Ritz de Paris quando Proust o conheceu em 1917. O escritor já era uma figura literária reconhecida e sua homossexualidade era um segredo aberto nos círculos parisienses.

Proust convidou Rochat para se instalar em sua casa em 1918. Em carta ao amigo banqueiro Horace Finaly, o escritor confessa que acreditava que o jovem suíço "ficaria apenas algumas semanas" e que "poderia ser seu secretário".

Essas cartas de Proust a Finaly fazem parte da rica herança literária e epistolar que continua a aparecer regularmente na França em torno do autor.

Arrependimento e despesas

"Gastava muito mais do que Proust. Era um dândi que lhe deu apenas alguma inspiração, algumas partidas de dama e noites ao piano", declarou à AFP Thierry Laget, editor da coletânea lançada hoje.

(com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Cartas de Proust serão digitalizadas e disponibilizadas na internet
Professor canadense descobre vídeo inédito de Proust
Museu Carnavalet mergulha na relação de Proust com Paris para celebrar os 150 anos do escritor

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos