Cartinhas de Papai Noel dos Correios

Saiba Mais Sobre a Campanha Que Sensibiliza Voluntários Em Todo O Brasil

Você certamente conhece a campanha "Papai Noel dos Correios". Provavelmente até já participou dela de algum modo, não? Sempre há entre nós, afinal, alguém que já foi padrinho ou beneficiário do projeto solidário. Na verdade, as famosas cartinhas de Natal (atendidas) já viraram uma espécie de tradição na recente cultura popular brasileira.

Essa campanha natalina da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT viabiliza respostas às cartas que as crianças de todo o Brasil escrevem para o Papai Noel. Além disso, a ação solidária se encarrega até mesmo de atender, concretamente, aos pedidos de presentes de muitos desses pequenos.

Como surgiu a campanha

Tudo começou espontaneamente há mais de duas décadas. Há precisamente 24 anos, alguns empregados dos Correios se sensibilizaram com o conteúdo das cartinhas endereçadas ao Papai Noel. Eles adotaram, então, várias dessas cartinhas de esperança. A campanha original teve início com uma ação solidária entre os próprios colegas de trabalho. A ideia era simples: cada um passaria a "adotar", a "apadrinhar" uma carta específica, e assim muitos desejos infantis começariam a ser atendidos.

E foi em 1997 que a bonita iniciativa se tornou um projeto corporativo. Desde então, passou a ser desenvolvido nas 28 diretorias regionais da empresa.

Bases e funcionamento do projeto

Numa primeira etapa, são selecionadas cartinhas de crianças de até 10 anos, cartinhas essas que contenham pedidos de brinquedos, material escolar, bicicleta e agasalhos, principalmente. Também há a prerrogativa de escolas selecionadas pelas Secretarias municipais e estaduais de educação. Estas participam da ação enviando cartas de alunos matriculados até a 5ª série do Ensino Fundamental. Tal parceria com entidades educacionais (escolas públicas, creches e abrigos) se estabeleceu a partir de 2010. A cada ano, desde então, aproximadamente 3 mil escolas atuam como parceiras de campanha.

Estatísticas e alcances

De acordo com informações oficiais da ECT, nos últimos três anos - em toda a extensão do país -, foram recebidos nada menos que 3,4 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Desse total, 2 milhões atendiam aos critérios da campanha e quase 75 % foram adotadas, o que equivale a 1,5 milhão de cartas. E uma estatística muito importante: 100% das cartas selecionadas são respondidas.

Para este ano, especificamente, espera-se mais de 1 milhão de cartinhas!

Mensagem de solidariedade

O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, fala sobre a realização da ECT: "O Papai Noel dos Correios é uma campanha de toda a população brasileira e nós temos orgulho de participar dessa enorme corrente de solidariedade. Somos uma empresa pública e esta é uma forma de retribuir ao Brasil a confiança que sempre depositou na ECT".

Benefícios e incentivos à criança

Realmente, a corrente solidária dos Correios é altamente produtiva - um exemplo de união -, trazendo benefícios e estímulos à criança brasileira socialmente vulnerável. Além da alegria proporcionada aos pequenos, a campanha acaba conseguindo outros efeitos junto aos contemplados, tais como desenvoltura e habilidade na redação de cartas e na prática do endereçamento, bem como no uso do CEP e do selo postal. Assim, paralelamente a um incentivo eficaz da escrita, a campanha promove o desenvolvimento educacional e social das crianças, bem como da cidadania e da solidariedade.

O que cada voluntário pode fazer / Como proceder

O apadrinhamento é feito do mesmo modo em todos os pontos do país: as cartinhas das crianças são lidas e selecionadas nos Correios. A seguir, elas são disponibilizadas para adoção - na Casa do Papai Noel ou em outras unidades da ECT participantes da campanha. Confira aqui os pontos de adoção de cartas nos diversos estados brasileiros.

É bom lembrar, no entanto, que os presentes referentes às cartas adotadas devem ser entregues pelos padrinhos apenas nas unidades dos Correios especificadas em seu hotsite oficial. E são exatamente - e sempre - os Correios que efetuam a entrega às crianças. De acordo com orientações oficiais da ECT, não se permite a entrega direta do presente (por esse motivo, inclusive, o endereço do presenteado nunca é revelado). Ainda segundo informações dos Correios, estes não entregam as cartas a serem adotadas diretamente à população, ou seja, em suas residências. Diferentemente disso, as cartinhas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis somente nos locais relacionados pela empresa.

Pedidos das crianças / Curiosidades

A campanha Papai Noel dos Correios 2013 - que este ano tem o lema "É você quem tira esses sonhos do papel" - trouxe pedidos diferenciados de diversas partes do país. Dentre as cartinhas do Paraná, uma pedia uma visita do Papai Noel; outra pedia um terço para rezar pela mamãe "que está no Céu"; e uma terceira criança pediu paz mundial e amor ao próximo. Das mensagens vindas de Santa Catarina, uma criança disse não querer "nenhum presente" e, sim, "saúde para sua família e para todas as pessoas do mundo"; outra cartinha continha o pedido de material escolar, doces e jogos que facilitassem a aprendizagem do pequeno autor. Ele conta na carta que é um menino especial com síndrome de Down. Já do Amapá chegou uma cartinha de uma menina pedindo um minigame, mas ela também diz na correspondência que ficaria mais feliz se Papai Noel desse um emprego para a sua mãe...

Bom, nem todos os desejos o Papai Noel dos Correios pode realizar, mas inúmeros presentes foram entregues aos pequenos sonhadores até hoje - desde uma saborosa pizza até uma casa inteira equipada (com a mobilização de empregados dos Correios, comerciantes locais, pessoas da Igreja e amigos)! Veja aqui alguns desejos atendidos que modificaram vidas!

Adote uma cartinha!

Participe você também dessa corrente de solidariedade! Mas corra para adotar a sua cartinha, pois na maior parte das bases da campanha no Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, o prazo para adoção vai até o sábado, 23 (de novembro). Somente em um dos pontos (Casa do Papai Noel - Rua Afonso Cavalcanti, 58) irá até o dia 6 de dezembro. Em Brasilia, até 29 de novembro; em São Paulo, até 13 de dezembro; em Pernambuco, até 16 de dezembro; no Rio Grande do Sul, até 19 de dezembro. Veja o cronograma completo da campanha em seu estado. Observe também, em cada caso, a data-limite estipulada para a entrega dos presentes.

Saiba mais sobre a campanha "Papai Noel dos Correios 2013".


Carregando...