Casa Branca acompanha de perto aviso de emergência da Microsoft

·1 minuto de leitura
Microsoft

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca está monitorando de perto um aviso de emergência que a Microsoft emitiu, disse o assessor de segurança nacional dos EUA, Jake Sullivan, na quinta-feira, depois que um grupo de hackers desconhecido invadiu recentemente organizações usando uma falha no software de servidor de e-mail da empresa.

"Estamos acompanhando de perto o patch de emergência da Microsoft para vulnerabilidades anteriormente desconhecidas no software Exchange Server e relatórios de comprometimento potencial de think tanks dos EUA e entidades de base industrial de defesa", disse Sullivan, assessor de segurança nacional do presidente Joe Biden, no Twitter.

"Nós encorajamos os proprietários de rede a corrigir o mais rápido possível", disse ele. Seu tuíte incluía um link para um aviso da Microsoft sobre a atualização de segurança.

O conjunto de produtos quase onipresente da Microsoft está sob escrutínio desde o hack da SolarWinds, uma empresa de software com sede no Texas que serviu de trampolim para várias invasões no governo e no setor privado.

Em outros casos, os hackers se aproveitaram da maneira como os clientes configuraram seus serviços Microsoft para comprometer seus alvos ou mergulhar ainda mais nas redes afetadas.

Os hackers que perseguiram a SolarWinds também violaram a própria Microsoft, acessando e baixando o código-fonte - incluindo elementos do Exchange, o produto de e-mail e calendário da empresa.

(Reportagem de Eric Beech)