Casa Branca analisa ameaça de ransomware; Biden levará assunto a cúpula com Putin

·1 minuto de leitura
Foto ilustrativa de homem com laptop

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está analisando a ameaça representada por ataques de ransomware e debaterá a questão do suposto apoio a hackers com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, neste mês, disse a Casa Branca nesta quarta-feira.

"O presidente iniciou uma análise estratégica rápida para tratar da ameaça crescente do ransomware para incluir quatro grandes linhas de esforço", inclusive deter a infraestrutura e os praticantes de ransomware, disse a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

Putin e Biden se encontrarão em Genebra no dia 16 de junho em meio a desentendimentos acentuados a respeito de interferência eleitoral, direitos humanos e a Ucrânia.

Uma invasão cibernética com pedido de resgate nas instalações da processadora de carne brasileira JBS nos EUA, noticiada nesta semana, foi o terceiro ataque de ransomware no país desde que Biden tomou posse, em janeiro.

Ainda nesta semana, a JBS disse à Casa Branca que ele foi obra de uma organização criminosa provavelmente sediada na Rússia.

"De fato acreditamos que este será um dos temas que o presidente debaterá com o presidente Putin na cúpula", disse Psaki.

"O presidente Biden certamente pensa que o presidente Putin e o governo russo têm um papel a desempenhar para parar e evitar tais ataques".

(Por Nandita Bose, Doina Chiacu e Heather Timmons)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos