Casa Branca diz que eleições no Brasil foram "livres" e "justas"

Jornal mostra resultado das eleições de 2022 entre Lula e Bolsonaro, em Rio de Janeiro, Brasil

A BORDO DA FORÇA AÉREA UM (Reuters) - A Casa Branca disse nesta segunda-feira que informações indicam que as eleições no Brasil no domingo foram "livres" e "justas" depois que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avançaram ao segundo turno, a ser disputado em 30 de outubro.

"Parabenizamos o povo e as instituições do Brasil por realizarem uma eleição bem-sucedida no primeiro turno e apoiamos seu livre exercício do direito de escolher seu próximo líder", disse a porta-voz Karine Jean-Pierre a repórteres.

Todas as informações disponíveis indicam que as eleições foram realizadas de "maneira livre, justa, transparente e credível", disse ela. "Compartilhamos a confiança do Brasil de que o segundo (turno) será conduzido da mesma forma."

Bolsonaro teve uma exibição inesperadamente forte no domingo. Antes da votação, o presidente fez repetidos ataques infundados à integridade do sistema de votação eletrônica.

(Reportagem de Jeff Mason e Trevor Hunnicutt)