Casa Branca espera que afegãos com vistos especiais deixem o país apesar de pedido do Taliban

·1 minuto de leitura
Pessoas deixam o Afeganistão pelo aeroporto internacional de Cabul

WASHINGTON (Reuters) - O governo do presidente norte-americano Joe Biden espera que alguns afegãos elegíveis para vistos especiais não sejam impedidos de ir ao aeroporto de Cabul para deixar o país nos próximos dias, mesmo que o Taliban tenha pedido para que os Estados Unidos não os ajudem a sair, afirmou a secretária de Imprensa Jen Psaki nesta terça-feira.

Um porta-voz do Taliban disse na terça-feira que o grupo quer que os Estados Unidos parem de encorajar afegãos a saírem, e que os países estrangeiros parem de levar especialistas afegãos para fora do Afeganistão.

"Estamos pedindo que os americanos mudem sua política e por favor não encorajem os afegãos a sair... Não os levem a países estrangeiros", disse o porta-voz, de acordo com uma tradução da BBC.

A Casa Branca disse que o governo Biden espera que os afegãos elegíveis a vistos norte-americanos ainda sejam autorizados a deixar o país.

"Os indivíduos que priorizamos... que são elegíveis para vistos especiais de imigração... nossa expectativa é que eles consigam chegar ao aeroporto", disse Psaki.

Os Estados Unidos estão retirando milhares de pessoas do Afeganistão, incluindo cidadãos afegãos que ajudaram o governo norte-americano durante a ocupação.

(Reportagem de Heather Timmons)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos