Casa Branca: nenhuma garantia sobre o futuro do Afeganistão após retirada de tropas

·1 minuto de leitura

WASHINGTON (Reuters) - Ninguém pode oferecer garantias sobre o futuro do Afeganistão após as tropas dos Estados Unidos se retirarem, afirmou uma autoridade sênior da Casa Branca neste domingo, embora ele tenha sublinhado que os EUA continuarão focados em ameaças terroristas emanando do país.

O presidente Joe Biden anunciou na quarta-feira que os Estados Unidos retirarão os 2.500 soldados norte-americanos do Afeganistão até 11 de setembro, o 20º aniversário dos ataques da Al Qaeda que motivaram a guerra mais longa do país.

O conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, foi questionado no programa Fox News Sunday sobre o risco de haver uma repetição do que aconteceu no Iraque, onde militantes do Estado Islâmico assumiram territórios após a retirada das tropas norte-americanas em 2011.

Isso levou o então presidente Barack Obama a enviar tropas ao Iraque novamente.

Sullivan afirmou que Biden não tem intenção de enviar tropas norte-americanas novamente ao Afeganistão, mas acrescentou: “Não posso oferecer nenhuma garantia sobre o que acontecerá no país. Ninguém pode”.

(Por Phil Stewart)