Casa Branca retira indicação de Wolf para o Departamento de Segurança Interna

·1 minuto de leitura
.

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca retirou na quinta-feira a indicação do chefe interino do Departamento de Segurança Interna, Chad Wolf, para chefiar a agência, depois que Wolf fez um apelo ao presidente Donald Trump para condenar a violência no Capitólio dos EUA.

Wolf disse em um comunicado que as "ações violentas" no Capitólio dos EUA na quarta-feira foram "inescrupulosas, e imploro ao presidente e a todas as autoridades eleitas que condenem veementemente a violência".

A retirada da indicação é principalmente simbólica, já que Wolf tem que deixar o cargo em 20 de janeiro, quando o presidente eleito Joe Biden toma posse, e o Senado provavelmente não atuaria sobre a indicação. Wolf disse antes que não tinha planos de renunciar antes de 20 de janeiro.

(Reportagem de David Shepardson)