Casa Branca volta a ter mascotes presidenciais

·1 minuto de leitura
"Champ", um dos cachorros de Joe Biden em uma foto de 2012 em Washington

Os dois cachorros do presidente Joe Biden, Champ e Major, já estão instalados na Casa Branca, retomando uma longa tradição nos Estados Unidos que foi interrompida durante o governo de Donald Trump.

Os cachorros correm pelos jardins da residência presidencial com o obelisco de Washington ao fundo, em um vídeo publicado pelo porta-voz da primeira-dama Jill Biden, Michael LaRosa.

"Champ desfruta de sua nova poltrona perto da lareira e Major ama correr no jardim sul", contou LaRosa à CNN nesta segunda-feira em nota.

Os cachorros, ambos pastores alemães, seguem as pegadas de Bo, o cão português dos Obama, e Barney, o terrier escocês dos Bush.

Trump, conhecido pela sua fobia aos germes, rompeu com essa tradição presidencial - e com muitas outras - e nunca teve um mascote na Casa Branca.

rle/jm/ec/tly/rs/aa