A casa na árvore de Caio Blat integra a natureza ao espaço interno

·2 minuto de leitura

Caio Blat morou por anos em uma casa de madeira e vidro em meio à natureza, que hoje está disponível num site de aluguel por temporada. Ela fica dentro de um condomínio no Morro do Itanhangá, com vista para as lagoas da região e para a Praia da Barra. Os espaços são totalmente integrados. Tanto no lado externo, como no interno.

A casa, tão sonhada pelo ator — que atualmente pode ser visto na reprise de “Império” como José Pedro —, foi projetada pelo arquiteto Jorge Mário Jáuregui e pensada tanto para dar privacidade, quanto para integrar, com inteligentes conexões entre os cômodos, todos inseridos na natureza.

Leia também:

“Era um terreno cheio de árvores e não queríamos cortar nenhuma. Para mim, árvore é um ser sagrado. A partir delas temos que construir”, comentou o arquiteto em uma antiga entrevista.

Ambientes integrados e espaços livres são uma tendência de otimização, socialização e descanso. Muitas pessoas desejam ter uma casa com esse conceito. Nós mesmos recebemos muito esse pedido em nosso escritório e vemos que este estilo de vida é uma demanda cada vez mais comum. Ao lado, trouxemos um apartamento incrível, onde a integração entre o ambiente externo e interno também era a premissa do projeto.

 

Um rooftop totalmente individual

O sonho da proprietária desta cobertura duplex de 331m², na Barra da Tijuca, era ter o andar superior inteiro só para ela, com o menor número possível de paredes e conexão direta com a área externa.

Coube à arquiteta Adriana Esteves transformar o espaço de 151m² em uma área íntima, que, através de uma planta circular, acolhe quarto, sala de estar, closet, banheiro, espaço gourmet e área externa com piscina. “O piso nivelado e revestido com o mesmo porcelanato criou uma unidade visual entre os ambientes internos e externos. O deque em forma de passarela e o banco de cimento que entram na sala de estar até compor o rack também reforçaram esta sensação de amplitude e integração”, explica a arquiteta, que completa: “Quando as portas estão totalmente recolhidas, a impressão é mesmo de um espaço único”.

A planta circular também possibilitou algumas facilidades, como a ligação direta entre o banheiro e a área externa, com acesso para o chuveirão.

O fato de a suíte do filho, a área social e a cozinha ficarem no andar inferior da cobertura garantiu total privacidade à moradora.

A coluna "Casa de Novela" é assinada pelo arquiteto e urbanista Guilherme Galvão e pelo engenheiro Douglas Alexandre.

Site: ggarquitetura.arq.br

Instagram: @2amarelos e @ggarquitetura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos