Casado com ator, Pedroca Monteiro fala sobre descoberta da sexualidade: 'Fui criado numa família com valores tradicionais'

No ar no "Vai que cola", do Multishow, Pedroca Monteiro recentemente lançou seu primeiro livro. A obra para o público infantil tem como tema a diversidade. Ele conta que se reconectou com a própria infância durante a elaboração do projeto.

Entrevista: Stephanie Lourenço relembra os tempos de paquita da Xuxa e fala sobre assumir bissexualidade: 'Só consegui 20 anos depois'

Bela Gil: apresentadora se declara sapiossexual e fala de seu casamento aberto

— Quando se trabalha para esse público, a gente também entra em contato com a criança que foi e que de alguma maneira ainda é. Fui escrevendo para a criança que eu fui. É sobre o que eu, quando criança, gostaria de escutar, o que eu gostaria que tivessem dito para mim. Sobre o quanto a gente ser livre e acreditar no que se é faz diferença — explica ele, que foi convidado pelo ilustrador Daniel Kondo para escrever a obra. — É um manifesto sobre a liberdade e a tolerância. São dez personagens, cada um com seu talento, sua vocação e seus gostos. Fala sobre estar aberto ao que é diferente da gente e sobre o quanto isso pode nos transformar e agregar na nossa vida.

Ele procura afastar comentários preconceituosos sobre a temática escolhida:

— É um livro sobre amizade e liberdade. Quem fizer uma leitura diferente ou quiser problematizar tem que repensar. Não entendo por que as pessoas têm tanto medo da palavra "diversidade". Ela faz parte da vida de todo mundo. Não compreendo essa hipocrisia.

Pedroca é casado com o também ator Michel Blois há mais de dez anos. Ele, que estará na nova temporada de "Cilada", do Multishow, explica como a arte o ajudou no processo de entender sua própria sexualidade:

— No mundo em que eu nasci, com tanto preconceito na época, era um momento muito difícil. Fui criado numa família com valores tradicionais, não tinha espaço para viver e pensar sobre isso. O autoconhecimento veio mais tarde, com a arte. O teatro mudou a minha vida e minha percepção sobre mim e sobre o outro.