Casados há 44 anos, idosos morrem de Covid-19 de mãos dadas: 'Definição de almas gêmeas'

·1 min de leitura

O casal americano William e Carol Stewart morreu em função de complicações da Covid-19 com poucos segundos de diferença, no último dia 30 de dezembro. Casados há 44 anos, os idosos passaram seus últimos minutos de mãos dadas. Eles estavam internados no hospital Parkand Medical Center, em New Hampshire.

“Will e Carol morreram pacificamente de mãos dadas com seus entes queridos ao lado da cama”, escreveu seu sobrinho, Tim Stewart, na página da campanha GouFundMe. "Eles travaram uma batalha longa e difícil com a covid, estando intubados e ligados a aparelhos de suporte à vida."

"Eu realmente acredito que o poder das orações e todas as palavras gentis que foram compartilhadas nas últimas semanas é o que os manteve lutando", acrescentou. "Isso também nos manteve esperançosos pelo melhor. Agradecemos sinceramente a todos do fundo de nossos corações. Nunca temos tempo suficiente com nossos entes queridos."

De acordo com seus obituários, Bill e Carol tinham 73 e 69 anos, respectivamente, e se conheciam desde crianças. Eles se casaram anos mais tarde.

"Eles eram a verdadeira definição de almas gêmeas. Eram como pássaros do amor. Você não pode simplesmente comprar um: você tem que comprar os dois", disse a filha deles, Melissa Noke, ao WMUR.

"Coloquei as duas camas lado a lado, pus a mão da minha mãe na mão do meu pai", relembrou ela. "Assim que eles tocaram as mãos, meu pai deu seu último suspiro, e então minha mãe faleceu 10 segundos depois."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos