Casagrande pede urgência na busca por indigenista e jornalista inglês que desapareceram na Amazônia

O ex-jogador e comentarista, Walter Casagrande Jr., pediu urgência para que o indigenista Bruno Araújo Pereira, da Fundação Nacional do Índio (Funai), e o jornalista inglês Dom Phillips, no Vale do Javari, na Amazônia, sejam encontrados. Os dois desapareceram no domingo quando faziam o trajeto entre a comunidade Ribeirinha São Rafael até a cidade de Atalaia do Norte.

— Hoje é dia da liberdade de imprensa e faço um pedido às autoridades brasileiras para que intensifiquem a busca por Bruno Pereira e Dom Phillips. É muito importante porque eles registram violações aos direitos humanos e do meio ambiente. Eles são amigos do indígenas e não podemos ficar calados — afirmou.

A agência de notícias AFP destacou o pedido feito pelo cunhado de Phillips nas redes sociais para que o britânico seja encontrado. "Imploramos às autoridades brasileiras que enviem a Guarda Nacional, Polícia Federal e todos os poderes à sua disposição para encontrar nosso querido Dom", escreveu Paul Sherwood.

O canal de televisão Al Jazeera se referiu ao brasileiro Bruno Pereira como "um dos maiores especialistas do Brasil em tribos isoladas". Ainda segundo o texto, o Ministério das Relações Exteriores britânico disse estar em contato com as autoridades brasileiras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos