Casal é preso acusado de abusar sexualmente dos próprios filhos e distribuir vídeos para o exterior

Um casal foi preso na manhã desta quinta-feira suspeito de abusar sexualmente dos próprios filhos, de um e 6 anos, em Paraty, na Costa Verde. Os dois foram detidos na operação Non Matri — que significa "Não é mãe" em latim —, da Polícia Federal. Segundo as investigações, a dupla fazia vídeos das crianças e os distribuía para o exterior.

Crime: Homem que armazenava arquivos com pornografia infantil é preso em flagrante em ação da PF

José Dumont: Ator afirma à polícia que imagens de pornografia infantil eram destinadas a 'consultas e estudos'

Segundo a Polícia Federal, a investigação se deu início após informações repassadas pela Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (EUROPOL) ao Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal (Sercopi/PF).

Ao analisar o conteúdo que era divulgado na internet, agentes da PF descobriram que a mãe e as crianças moravam em Paraty, onde os crimes eram praticados.

Dois mandados de busca e apreensão, deferidos pela Justiça Federal, também foram cumpridos nesta manhã, em endereços ligados ao casal. Eles responderão pelos crimes de estupro de vulnerável e compartilhamento e armazenamento de pornografia infantil, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Segundo a PF, caso sejam condenados, o homem e a mulher podem pegar pena máxima de 25 anos.