Casal denuncia suposta falha em brinquedo do Hopi Hari

Polícia Civil de Vinhedo, no interior de São Paulo, abriu inquérito nesta sexta-feira para investigar denúncia de uma suposta falha na trava da montanha-russa, no parque de diversões Hopi Hari. Um casal de jovens registrou boletim de ocorrência, nesta quinta-feira (27), em que relata que sofreu ferimentos, após a trava do brinquedo Montezum, uma das principais atrações, abrir no início da primeira subida.

O vice-presidente do Hopi Hari, Carlos Guimarães, informou que não foi comprovado qualquer problema no equipamento e que técnicos fizeram analise da trava e ela estava em condições de funcionamento. A montanha-russa de madeira do parque funciona normalmente nesta sexta-feira.

Era final de tarde quando o jovem de 18 anos e a namorada, de 14, subiram no brinquedo, segundo afirmaram para o delegado Carlos Renato, de Vinhedo. O casal informou que a trava soltou e que um amigo no banco da frente teve que segurar o equipamento com as mãos durante o percurso.

Segundo a polícia, um dos envolvidos afirmou ter dores no punho e foi realizado exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

Eles foram levados para atendimento médico, em um hospital de Jundiaí.

Quando desceram, eles reclamaram para os funcionários do parque. O equipamento ficou sem funcionar temporariamente, mas após análise de técnicos do Hopi Hari, ele foi liberado. "Na filmagem, na primeira subida, a trava aparece fechada. Quando eles chegaram, ela também estava travada", afirmou o vice-presidente do parque. Segundo ele, a trava tem um jogo que faz parte das condições de segurança do brinquedo, que nunca registrou acidentes.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias