Casal desaparecido em Angra: Polícia investiga corpo encontrado na Marambaia

·2 minuto de leitura

RIO — Um corpo foi encontrado na Restinga da Marambaia, em Barra de Guaratiba, na manhã deste domingo. A Polícia Civil investiga se pode ser de um dos ocupantes do barco onde estava o casal Cristiane Nogueira da Silva, de 48 anos, e Leonardo Machado de Andrade, de 50, desaparecidos em Angra dos Reis desde o último domingo, 22 de agosto.

Uma pessoa da região que preferiu não se identificar disse que o corpo estava em avançado estado de decomposição:

— Pela localização da Restinga, é muito possível que o corpo que sumiu em Angra tenha se deslocado para ali. Mas certeza só averiguando, porque o corpo está em avançado estado de decomposição.

A polícia vai tentar fazer a identificação do corpo, que será resgatado da região. No local, só e possível chegar de barco ou helicóptero.

Neste sábado, o delegado Vilson de Almeida Silva, da 166ª DP (Angra dos Reis), acompanhou os trabalhos e explicou que, apesar de nenhuma hipótese ser descartada, para a polícia, a possibilidade mais próxima é de que a embarcação tenha afundado. Segundo ele, a traineira em que o casal estava, pelo tamanho que tem, não é obrigada a ter um chip localizador, o que é um dificultador.

O filho de Cristiane, Guilherme Brito, publicou um vídeo no Instagram em que pede orações pelo ex-companheiro de sua mãe, Leonardo Machado de Andrade. Os dois estão desaparecidos desde que saíram em um barco para ver o pôr do Sol em Angra dos Reis no último domingo e não retornaram.

No vídeo, Guilherme afirma que tem recebido muitas mensagens de apoio e oração pela mãe dele, e pediu que as pessoas rezassem também pelo ex-companheiro dela. A viagem do casal, que estava separado, era uma tentativa de reconciliação.

— Peço que rezem para o Leonardo também, para ele estar bem, saudável, porque minha mãe, apesar de ser muito forte, não saberia sobreviver na mata, não saberia sobreviver no mar — disse o rapaz.

Guilherme tem acompanhado de perto as buscas dos bombeiros pelo paradeiro do casal. Segundo a Polícia Civil, apesar de não terem encontrado indícios da embarcação ainda, a hipótese mais próxima é de que o barco tenha afundado.

O barco em que o casal estava era uma traineira que já havia pertencido a Leonardo. Ele pegou o barco emprestado para que ele e Cristiane fossem à Lagoa Verde assistir ao pôr do sol. Os dois saíram da Praia da Longa, em Ilha Grande.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos