Casal é encontrado morto, amarrado e com sinais de violência dentro da própria casa

Casal foi encontrado morto em casa - Foto: Getty Images
Casal foi encontrado morto em casa - Foto: Getty Images
  • Casal foi morto dentro da residência onde vivia na cidade de Timbó, em Santa Catarina

  • O homem tinha um corte profundo no pescoço, enquanto a mulher tinha ferimentos na cabeça e nas costas

  • A polícia tenta identificar os criminosos e não descarta a possibilidade de latrocínio

Um casal foi encontrado morto dentro da própria residência na cidade de Timbó, em Santa Catarina, na noite da última terça-feira (19). Os corpos estavam amarrados e tinham sinais de violência.

De acordo com informações do g1, a casa onde viviam Augustinho Petry, de 57 anos, e sua namorada, Eliana Maria Stickel Francisco, de 46, estava revirada, e o carro do casal havia sido levado.

A Polícia Militar foi chamada por volta das 20 horas de terça pelo filho de Augustinho. O rapaz de 31 anos tentou manter contato com o pai por mensagens. Sem sucesso, foi à casa do rapaz e encontrou o casal sem vida.

Os agentes localizaram na residência uma espingarda e cartuchos no chão. Segundo os mesmos, porém, os assassinatos foram causados por golpes de arma branca.

Os corpos de Augustinho e Eliana foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) da região. O homem tinha um corte profundo no pescoço, enquanto a mulher possuía ferimentos nas costas e na cabeça.

Possibilidade de latrocínio

Responsável pelo caso, o delegado André Beckmann disse ao g1 que os laudos cadavéricos são aguardados para dar sequência à investigação. Ele explicou que a possibilidade de latrocínio não está descartada.

A caminhonete levada pelos criminosos foi encontrada momentos mais tarde, na cidade de Indaial. Os responsáveis pelos assassinatos ainda não foram identificados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos