Casal gay denuncia agressões da PM durante abordagem em Goiânia

·1 min de leitura
Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Foto: Reprodução/TV Anhanguera
  • Uma das vítimas é advogado

  • Eles chegavam na casa de parentes quando foram parados pela PM

  • Casal relata ter levados socos no rosto

Em Goiânia, um casal gay denunciou ter sofrido agressões por parte de um policial militar durante uma abordagem, no último sábado (23). Os homens, de 25 e 33 anos, que preferiram não se identificar, mostraram os ferimentos nos rostos.

Um vídeo mostra o casal ao lado do carro da Polícia Militar depois da abordagem, no qual os homens questionam a agressão sofrida na abordagem.

O caso ocorreu no Setor Alto da Glória. Segundo o casal, eles chegavam na casa de familiares quando notaram um carro da PM se aproximando. Em seguida, ouviram os agentes gritarem: “Desce do carro!”.

Um dos homens, que é advogado, contou ao portal G1 que eles colocaram as mãos na cabeça e abriram as pernas, conforme os policiais pediram. Ainda assim, um dos agentes estava insatisfeito e começou a agredi-lo.

“Eu abri as pernas, mas acho que ele queria que eu abrisse mais. Ele começou a bater minha cabeça contra o carro. Bateu três vezes e eu não entendi porque estava apanhando, já que eu não tinha feito nada”, relatou.

O advogado disse ainda que o mesmo agente deu um soco no seu rosto e de seu marido no momento em que foram pegar os documentos do casal para conferir se eles tinham ficha criminal.

O casal foi ao 1º Distrito Policial de Goiânia para registrar uma ocorrência. Eles também passaram por exame de corpo de delito. O advogado declarou que espera que o policial seja punido.

“Nunca havia passado por isso. Quando você não tem culpa de nada, você se sente vulnerável. Se a gente não denunciar, essas coisas vão continuar acontecendo”, disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos