Casal morre após colocar churrasqueira no quarto para se esquentar em MG

Casal morre após colocar churrasqueira acesa no próprio quarto - Foto: Getty Images
Casal morre após colocar churrasqueira acesa no próprio quarto - Foto: Getty Images
  • Casal morre após colocar churrasqueira no próprio quarto em Nova Ponte-MG, tentando escapar do frio

  • Eles foram intoxicados por dióxido de carbono e encontrados sem vida por uma filha

  • O casal também colocou brasas acesas nos quartos dos filhos, que sobreviveram

Um casal morreu asfixiado em Nova Ponte, Minas Gerais, após colocar uma churrasqueira acesa dentro do próprio quarto para aquecer-se durante a noite. O caso foi divulgado pelo jornal Estado de Minas.

As vítimas foram identificadas como Edwin Luisi de Medeiros Silva, de 40 anos, e Silvana Vieira da Siva, de 39. Eles foram encontrados mortos pela filha de 14 anos durante a madrugada de quinta-feira (19).

A suspeita da polícia é de que o casal tenha colocado a churrasqueira portátil no quarto para diminuir o frio. Eles, inclusive, fecharam portas e janelas do cômodo. Mas outras hipóteses não foram descartadas.

A perícia foi chamada ao local e concluiu que Edwin e Silvana se intoxicaram com o dióxido de carbono vindo do carvão. Quando foram encontrados pela filha, já estavam sem vida.

Brasa nos quartos dos filhos

A adolescente de 14 anos foi acordada durante a madrugada pelo irmão, de 9, que reclamava de fortes dores de cabeça. A garota o medicou e foi chamar os pais, momento no qual os encontrou mortos.

As dores de cabeça do garoto seriam, também, causadas por dióxido de carbono. Isso porque Edwin e Silvana deixaram brasas acesas nos quartos dos filhos, como forma de aquecê-los.

Os dois irmãos foram levados a uma unidade de saúde, receberam tratamento e foram liberados. Agora, estão sob guarda de uma irmã mais velha, que já não morava com os pais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos