Casal morre por asfixia dentro de motorhome em Gramado, diz perícia

·1 minuto de leitura

RIO - A secretária de Educação de Gravataí, Sonia Oliveira, e o marido, Ricardo Abreu, morreram por asfixia, segundo peritos do Posto Médico-Legal (PML). A informação foi repassada à Polícia Civil e confirmada pelo portal GZH, na tarde desta quarta-feira. Os peritos identificaram um vazamento de gás em razão de uma falha no aquecedor do veículo.

Sonia Oliveira e José Ricardo Abreu haviam chegado ao camping em Gramado onde o veículo estava no último sábado. Os dois deveriam retornar para casa na segunda e, como isso não aconteceu, parentes chamaram a polícia.

Sonia era filha do ex-prefeito e ex-deputado estadual Dorival de Oliveira. Ela e Ricardo deixara, três filhos e um neto. O prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon decretou luto oficial de três dias e a suspensão das aulas nesta quarta-feira. O velório de Sonia e Ricardo acontece no saguão da Prefeitura de Gravataí.

A nota de pesar da prefeitura:

"A Prefeitura de Gravataí informa, com profundo pesar, o falecimento da secretária municipal da Educação, Sonia Oliveira, e de seu marido, Ricardo Abreu. Uma das figuras públicas mais queridas de Gravataí, com dezenas de anos de atuação na política, filha do ex-prefeito e ex-deputado estadual Dorival de Oliveira, Sonia deixa os filhos Felipe e Karolline e o neto Arthur. O prefeito Luiz Zaffalon decretou luto oficial de três dias e a suspensão das aulas nesta quarta-feira, 4 de agosto. O Município de Gravataí, por meio do prefeito Luiz Zaffalon, manifesta sua solidariedade e condolências a familiares e amigos da sempre querida Sonia Oliveira e de seu esposo, Ricardo Abreu. Ainda não temos informações sobre os atos fúnebres".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos