Casal que rejeitou vacina morre por complicações da Covid-19 e deixa quatro filhos

·1 minuto de leitura
Lawrence e Lydia deixam quatro filhos - Foto: Arquivo Pessoal
Lawrence e Lydia deixam quatro filhos - Foto: Arquivo Pessoal
  • Lawrence e morreu no último dia 3, e Lydia teve óbito confirmado duas semanas depois

  • O casal rejeitou a vacina da Covid-19 por não acreditar em sua eficácia

  • Já hospitalizados, pediram para ser imunizados, mas era tarde

Um casal morreu no espaço de duas semanas no Texas, nos Estados Unidos, por complicações da Covid-19. Lawrence e Lydia Rodriguez se recusaram a receber a vacina contra o coronavírus e, agora, deixam quatro filhos.

De acordo com informações da imprensa norte-americana, o casal da cidade de La Marque, no Texas, dizia não acreditar na eficácia dos imunizantes.

Leia também:

Ambos, porém, pediram para ser vacinados quando já estavam hospitalizados, mas os médicos informaram que já era tarde.

“Não muito antes de ser intubada, a Lydia disse à Nelda (irmã) para garantir que as crianças seriam vacinadas”, contou uma prima da mulher, Dottie Jones.

Casal não aceitou receber a vacina da Covid-19 - Foto: Getty Images
Casal não aceitou receber a vacina da Covid-19 - Foto: Getty Images

Casados há 21 anos, Lawrence a Lydia foram internados em julho, após apresentarem os primeiros sintomas da Covid-19. O rapaz não resistiu e morreu após três semanas no hospital, no último dia 2.

Já a esposa seguiu lutando pela vida, mas complicações nos rins também a levaram duas semanas mais tarde, um dia antes de completar 43 anos.

Familiares fazem campanha por vacinação

Familiares de Lawrence e Lydia disseram esperar que as pessoas aprendam com os erros do casal e não recusem a vacina.

“Só espero que as pessoas façam suas escolhas com informações seguras, fatos, e não com ‘fake news’ que estão tão imediatamente disponíveis em todos os cantos”, comentou Dottie.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos