Casal real sueco visita centro que acolhe crianças vítimas de abuso sexual

Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil
Brasília - O rei da Suécia, Carlos Gustavo e a rainha Sílvia visitam o Centro Integrado para Crianças Vítimas de Abuso Sexual 18 de Maio (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Em visita oficial ao Brasil, os reis  da Suécia, Carlos Gustavo e Sílvia, conheceram hoje (6) à tarde, em Brasília, uma entidade que promove os primeiros atendimentos a crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual.

Na visita ao Centro Integrado 18 de Maio, o casal real foi recepcionado pela primeira-dama do Distrito Federal, Márcia Rollemberg, e conheceu as instalações do local, que conta com atendimento psicossocial, salas ambientadas para as crianças e setores destinados à equipe técnica e ao atendimento policial, onde é registrada a ocorrência pela Polícia Civil.

Neste centro são adotadas metodologias inspiradas na Fundação World Childhood (organização internacional dedicada à promoção e defesa dos direitos da infância em todo o mundo), fundada em 1999 pela rainha Sílvia, que é filha de um empresário alemão e uma brasileira.

O projeto Depoimento Especial é um dos modelos da organização, no qual as crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência sexual são ouvidas apenas uma vez, evitando o constrangimento da revitimização. Durante o evento, as autoridades ganharam uma boneca amordaçada, que simboliza a violência física e psicológica institucionalizada que sofrem as crianças nos atendimentos em geral.

A comitiva assistiu a apresentações culturais no local, às quais a imprensa não teve acesso.