Casal vai à Justiça para terminar união estável, mas acabam se casando

O casal Max Tony Mateus dos Santos e Marcielle Lima Santos. (Foto: Tjap/Divulgação)
O casal Max Tony Mateus dos Santos e Marcielle Lima Santos. (Foto: Tjap/Divulgação)

O que era para ser o fim do relacionamento entre Max Tony Mateus dos Santos e Marcielle Lima Santos se transformou em casamento no Amapá (AP). O casal tinha ido ao fórum da cidade de Pedra Branca, no centro-oeste do estado, na segunda-feira (20) para assinar a dissolução da união estável. Entretanto, após conversarem com servidores do Tribunal de Justiça do Amapá, o casal não só mudou de ideia, como resolveu selar de vez a união.

O casamento civil ocorreu na terça (21) e surpreendeu os próprios noivos.

O casal foi acolhido na segunda-feira (20) pela mediadora Nilce Ferreira e o conciliador Elivaldo Silva, que perceberam que ainda havia amor entre eles. Com isso, os servidores promoveram uma sessão de constelação familiar e círculo restaurativo para ajudar na reconciliação entre Max e Marcielle.

Depois desse encontro, os mediadores disseram para eles irem para casa e pensarem na possibilidade de se casarem. Quando voltaram no dia seguinte Max e Marcielle se depararam com uma surpresa no fórum: os servidores haviam preparado a cerimônia com direito até mesmo a um bolo de casamento.

Emocionados, os dois conversaram e decidiram dar uma nova chance para o relacionamento.

A mediadora Nilce Ferreira contou ao G1, que Max e Marcielle estavam separados há um ano, mas tentavam uma reaproximação. Com isso, a profissional conseguiu que o casal optasse pela conversão da união estável em casamento.

Eles estavam há 11 anos em união estável e têm dois filhos cada um, de relacionamentos anteriores.

A esposa declarou agora dará valor para o diálogo na relação e que eles vão se dedicar mais a família, passando mais tempo junto aos filhos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos