Casal vende tudo para velejar, mas barco afunda em dois dias

Reprodução/Jim Damaske/ Times

Cada vez mais pessoas têm o sonho de largar tudo e viver viajando. A ideia, que parece ser bastante simples, nem sempre tem o final esperado, como é o caso do casal de americanos Tanner Broadwell e Nikki Walsh.

Os dois decidiram vender casa e carro e passaram um ano economizando para comprar um barco para viajar pelo mundo. “Como podemos aproveitar a vida quando trabalhamos a maior parte do dia e temos que pagar tanto apenas para viver?”, questiona Walsh.

Os dois compraram um barco de 49 anos e se mudaram para a embarcação, com seu pug. Por meses, eles compraram e estocaram comida e itens necessários para sobreviver. A ideia era navegar até o Caribe. “Estávamos bastante preparados”, explica a mulher.

A viagem, no entanto, durou apenas dois dias. De acordo com o New York Post, logo depois de sair da marina de Tarpon Springs, no golfo da Flórida, o veleiro se chocou com um banco de areia, o que acabou rompendo o caso e fazendo com que a água começasse a entrar. O casal teve tempo apenas para recolher dinheiro, documentos e o cachorro antes de o barco afundar.

Walsh reconhece que os dois eram “muito inexperientes” para navegar. Juntos, eles só têm US$ 115 na conta, nada de emprego e nenhum seguro. Eles têm contado com a ajuda de familiares para sobreviver e, apesar do problema, pretendem continuar com a aventura, resgatando o veleiro antigo ou comprando um novo.

Para isso, a dupla criou uma campanha de financiamento coletivo e já ultrapassou a meta inicial de US$ 10 mil. “Você só tem uma vida. Por que gastar isso fazendo o que você não ama? O dinheiro não é tudo”, aponta Walsh.