Após casamento, Clooney e Alamuddin almoçam em família

Por Ella IDE
Casal passeia em Veneza

George Clooney e sua esposa Amal Alamuddin almoçaram neste domingo em Veneza com familiares e amigos, um dia após seu casamento, que continuará na segunda-feira com uma cerimônia civil na prefeitura da "Sereníssima".

Hordas de turistas, cinegrafistas, fotógrafos e jornalistas de todo o mundo acamparam em frente ao hotel em que o casal está hospedado, na esperança de registrar a sua primeira aparição pública como marido e mulher.

O galã de Hollywood e a advogada britânica de origem libanesa disseram "sim, eu aceito" na noite de sábado em uma cerimônia privada no hotel Aman, antes de desfrutar da festa com seus amigos.

De acordo com uma fonte próxima ao hotel, houve aplausos e assobios quando o ator, eufórico, tomou sua esposa em seus braços para beijá-la, e suas mãos tremeram quando cortou o bolo.

Entre as estrelas de cinema convidadas, Matt Damon, Bill Murray, Cindy Crawford e seu marido Rande Gerber.

Neste domingo foi programado um almoço no jardim do lendário Hotel Cipriani.

Sábado à noite, George Clooney, de 53 anos, partiu animado ao longo do Grande Canal de Veneza para o seu casamento, seguido por cerca de 20 barcos cheios de fotógrafos e fãs.

Clooney e sua noiva chegaram na manhã de sexta-feira a Veneza a bordo de um táxi-barco batizado com o nome "Amore", dando início a uma celebração de sonho com duração de quatro dias.

Ganhador de dois Oscar, Clooney quebrou a promessa de não voltar a se casar quando conheceu Alamuddin, advogada que estudou em Oxford e que chegou aos três anos no Reino Unido, fugindo com a família da guerra civil em seu país. Ele já tinha sido casado, entre 1989 e 1993, com a também atriz Talia Balsam, que atua no seriado de TV "Mad Men".

"Amal, te amo até a morte e não posso esperar mais para me tornar seu marido", disse, semanas atrás, o apaixonado Clooney, no primeiro ato público do casal.

Desde que se conheceram, os dois têm se dedicado a desfrutar da companhia um do outro em locais paradisíacos como Los Cabos (México), as ilhas Seychelles e a vila que Clooney possui às margens do Lago Como, em sua querida Itália.

Este ano, o ator só atuou em "The Monuments Men", enquanto a advogada abriu mão de participar de uma comissão da ONU que investiga as violações de leis humanitárias em Gaza.

O compromisso com a defesa dos direitos humanos foi, sem dúvida, um dos aspectos que mais uniu o casal.

Clooney é conhecido pelo compromisso fervoroso com a defesa dos mais desfavorecidos: denunciou a guerra no Iraque em 2004, arrecadou fundos para as vítimas do terremoto no Haiti em 2010 e foi detido diante da embaixada do Sudão, em Washington, em 2012, por protestar contra o presidente Omar al Bashir.