Caso de menina de 11 anos que se suicidou choca a Irlanda

Reprodução

Uma menina de apenas 11 anos que se suicidou por estar infeliz com o próprio corpo chocou a Irlanda. O caso de Milly Tuomey ocorreu em 2016, mas só foi revelado agora.

Depois de alertados pelos amigos da garota, os pais dela chegaram a levá-la para acompanhamento psicológico desde o fim de 2015.

Na mesma época, eles descobriram um diário dela, em que contava sua vontade de morrer. A menina também teria se cortado e escrito “garotas bonitas não comem” com seu sangue, segundo a mãe, em entrevista ao “The Irish Examiner”.

“Estávamos aterrorizados e não sabíamos o que fazer”, disse a mulher, que hoje participa de grupos de prevenção ao suicídio.

No dia 1º de janeiro de 2016, Milly se disse entediada e subiu para seu quarto, onde foi encontrada pouco tempo depois em estado crítico. A menina morreu três dias depois.

Embora o caso tenha sido revelado muito tempo depois de ter acontecido, gerou uma onda de alertas para pais e educadores no país, que cobram mais políticas públicas para a prevenção do suicídio entre crianças e jovens.