Caso demita Paulo Sousa, Flamengo já avalia cenários; técnico português foi oferecido

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Com a derrota por 1 a 0 para o Bragantino, a pressão interna e externa sobre o técnico Paulo Sousa aumentou no Flamengo. Se entre os torcedores a paciência já acabou há tempos, a diretoria começou a pensar na demissão do português no último domingo, após o revés contra o Fortaleza.

Com isso, na última segunda-feira, o presidente Rodolfo Landim se reuniu com os membros do Conselho de Futebol para debater a situação atual do clube. Entre eles, obviamente, a do técnico Paulo Sousa. Nela, admitiu que esperava resultados melhores do português, mas que não pretende fazer mudanças imediatas antes da partida contra o Internacional.

No entanto, o Flamengo já avalia o cenário para a troca. O posicionamento neste momento é de que a troca só irá ocorrer se tiver um candidato bem avaliado para o cargo e todos do Conselho entenderem como insustentável a permanência de Paulo Sousa, conforme publicado pelo ‘Uol’.

Por isso, já há o pedido para um levantamento de nomes disponíveis no mercado. Um deles é o do também português Pedro Martins, atualmente no Olympiacos, da Grêcia, que foi oferecido ao rubro-negro. Ele chegou a ser sondado pelo Atlético-MG antes da escolha por Turco Mohammed e agrada. Não há negociação em curso no momento.

Outro português especulado no Flamengo é o de José Boto, hoje no PAOK e ex-Benfica, mas para o cargo de diretor de futebol. Ele seria uma espécie de companheiro de Marcos Braz no função, além de ser especialista em captação de atletas.

Não existe chance de Paulo Sousa pedir demissão, até porque abriria mão de uma bolada de cerca de R$ 7,5 milhões para receber devido a sua multa rescisória.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos