Caso de espionagem Pegasus é 'inaceitável'

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou nesta segunda-feira que o caso de espionagem de 50 mil números de smartphones que envolve o software Pegasus da empresa israelense NSO Group é 'completamente inaceitável' se verdadeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos